Resultados x desempenho

escrito por Virazel nesta data  10. December 2014 09:33

E foi dada a largada! Coca entrou em pista oficialmente nessa etapa da Copa Paulista. Fizemos duas pistas de iniciantes, onde na primeira ficamos em 3º lugar e na segunda nós eliminamos. Bola também entrou comigo no grau 2.

Sem palavras para agradecer a oportunidade de condução, pelo empréstimo do melhor cão do Fabiano. Eternamente grata!!!

Na primeira pista tivemos 2 faltas (se não me engano) e na segunda zeramos o percurso, resultando em medalha no combinado. O objetivo desse post é mostrar que mesmo com resultados de pódio positivos, o desempenho foi abaixo do desejado. Com a Coca, não consegui colocar em prática nada do que treinamos. Pra não dizer que foi totalmente perdido, ela fez uma entrada de túnel legal, que normalmente não treinamos. No mais...

Com o Bola, que é para eu treinar uma forma mais arrojada de condução, também foi a mesma coisa. Acredito que apenas 2 movimentos que fiz em pista foram movimentos treinados e que consegui (pelo menos eu acho que consegui) colocar em prática.

Embora Agility não seja uma ciência exata, muitos fatores podem ser programados e executados. Falhei nessa missão. Obrigada de coração ao Fabiano Estigarribia que me treinou todo esse tempo, doou o seu melhor e o seu melhor cão.

Foto abaixo by Juliana Sales do Prado.


Tags:

Bola | Coca | Fabiano Estigarribia | Agility

Comments

Add comment


(Will show your Gravatar icon)

  Country flag

biuquote
  • Comment
  • Preview
Loading



Vívian Razel

Começou dentro do agility por volta de 1999 em São Paulo, primeiro apenas acompanhando as provas de agility, frequentando treinos e aulas de adestramento. Alguns anos mais tarde surgiu a possibilidade de comprar seu primeiro Border Collie, em 2003. Elvis, cão que... leia mais

 


Últimos Comentários

Comment RSS


Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"