Obrigada Coca, obrigada Faa!

escrito por Virazel nesta data  12. December 2016 16:15

Sempre, sempre não vou cansar de agradecer ao Fabiano pela Coca! Eu não queria nenhum cachorro, mas ele me convenceu. Ela me conquistou também! 

Fiquei muito satisfeita com o nosso treino no sábado. Depois de mais de um mês sem treinos fora de casa, voltamos pra Amigo Cão e pude avaliar o trabalho que estamos fazendo em casa. Devo também muita gratidão ao Ninico Pilico, Nimoy, Nimoco que acabou trabalhando mais a minha forma de conduzir e a minha segurança. Longe de estarmos bons, mas senti mais tranquilidade no exercício que foi proposto.

O video para exatamente no ponto que houve um  erro meu de posicionamento e como consequência, um refugo de um salto e uma eliminação pois foi direto pro túnel. Mas o ponto filmado foi, pra mim, bem satisfatório.

Obrigada minha Anja por ter toda a paciência de esperar o momento de eu me dedicar a você!!!


Tags:

Coca | treino

A incrível abstração de treinar um Sheltie - parte 3: Fora de casa

escrito por Virazel nesta data  12. December 2016 15:38

Neste sábado tivemos nossa estreia. Sim, pra mim foi um começar. Tentei apagar tudo de negativo que existia na minha cabeça sobre os comportamentos não agradáveis do Nimoy. Fiz um exercício de conscientização de tudo o que poderia acontecer e como deveria lidar, para não ser pega de surpresa. Enchi minha alma de MUITA paciência e assim, fomos para a Amigo Cão.

Não coloquei guia como fazia antes. Peguei no colo e mostrei o petisco. Andei um pouco e coloquei ele no chão, fiz umas voltinhas e ele continuou respondendo, não como faz em casa, com cara de desconfiado, mas não voltou pra trás. Andei um pouco, abaixei, chamei e ele veio!!!!! E assim, usando as coisas que usamos em casa, conseguimos fazer de início um salto e um túnel. E no final do treino acabamos fazendo 4 obstáculos, com movimentações mais complexas. Fabiano falou um pouco dele no blog AQUI . 

Em nenhuma hora, depois do treino ele teve vontade de voltar para caixa, mesmo com receio ao ver outros cães soltos, não voltou, veio pra mim!!!!!

Estamos todos muito satisfeitos com a evolução do Ninico Pilico!!! O objetivo é manter o foco e que eu consiga, com ajuda dos Deuses do Agility, administrar a minha paciência!


Tags:

Nimoy | treino

Sonho de Natal

escrito por Virazel nesta data  8. December 2016 23:00

Natal é uma data de muita simbologia e o mais  evidente é  o Bom Velhinho,  Papai  Noel!

Curto muito, acho bem emocionante a figura dele, de  "realizador " de sonhos.

Hoje realizei o meu  de depois de muitos e muitos anos,  a tradicional foto com ele. Perguntei se adulto também poderia tirar a foto e com uma  voz acolhedora me respondeu: "bondade não tem idade !"

Preciso dizer mais alguma coisa?


Tags:

Natal

Elvisforelvis - Saudade regada de compreensão

escrito por Virazel nesta data  4. December 2016 23:56

Em meia a tanta tragédia como o acidente dos jogadores da Chapecoense, a perda do Douglas, nosso companheiro de treino, a partida de alguns conhecidos, me sinto muito grata por ter tido a oportunidade de ter meu Rei até sua velhice, de estar com ele bem pertinho na sua partida, de ter tido a chance de me despedir dele. 

O ponto aqui não é comparação de vidas ou da perda delas entre humanos e caninos. É sim a oportunidade de me sentir em paz, uns dias com mais tristeza, outros com mais saudades, outros feliz sentindo sua presença. 

Elvis sempre é lembrado aqui em casa, faz parte das lembranças presentes e não das lembranças ausentes! 

Essa foto foi uma das últimas "em terra de Agility Paulista", clicada pela minha querida amiga Helô, no Hotel da Serra. Dia 30 passado fizeram 7 meses. Parece pouco? Muito? Não sei dimensionar. Só sei que é uma sensação de paz imensa saber que estive todo tempo do seu lado!!!


Tags:

Elvis

A incrível abstração de treinar um Sheltie - parte 2: Evolução em casa

escrito por Virazel nesta data  4. December 2016 22:34

E vamos seguindo nos treinos domésticos! 

Treinar o Nimoy é sempre um grande desafio. Tenho que estar preparada emocionalmente, sem criar espectativas, porém sem perder a motivação. Achar o ponto exato, sem pecar pelo excesso de estímulo ou pela falta do mesmo. Muito diferente dos outros cães. 

Esses dias atrás fomos até a quadra do condomínio testar a confiança dele. Ele se saiu melhor do que esperei. Enquanto tem função na cabeça, funciona. Se para, vêm os fantasmas assombrando a cabeça do pequeno e a tendência é querer voltar pra casa. A grande vitória foi que nesses momentos, eu me abaixei, chamei e ELE VEIO, lembrando sempre de premiá-lo.

Nos treinos aqui em casa, está se superando. Onde está o túnel e o salto, que aparecem no início do video, normalmente é um local em casa que ele tem pouco acesso, só liberamos nos treinos. Ele sempre fica sismado. Hoje sismou, eu abaixei, chamei e ele veio e depois disso não se importou mais!

Grande evolução para nosso pequeno!!!!


Tags:

Nimoy | treino

Bodas de Lã e lá se vão 7 anos de união!

escrito por Virazel nesta data  23. November 2016 23:29

A internet diz: "A Lã é maleável, confortável e capaz de suportar todas as tempestades que vierem. Quanto mais unimos seus fios, mais resistente ela fica, assim como o relacionamento." E bem interessante o que o tempo de convívio mostra pra gente! Palavras sábias!

Cúmplices, guerreiros, lutadores e sobreviventes! 

Feliz 7 anos de casado! E que venham outros e mais outros! 

Você não está aqui do meu lado para tirarmos a foto do ano, mas aqui está mais um sinal da nossa ligação, da nossa louca cumplicidade!


Tags:

A incrível abstração de treinar um Sheltie - parte 1: Nimoy e Eu

escrito por Virazel nesta data  19. November 2016 23:34

Estou devendo esse post aqui, afinal de contas é um marco na minha vida dentro do Agility.

Jamais pensei em ter um Sheltie, muito menos treinar um. Sou dos cães maiores, Borders, Goldens. Nunca me imaginei em outra praia.

O fato é que Nimoy entrou na nossa vida. Nunca achamos que seria "fácil". A questão aqui não é como ele é enquanto cão, porque é 1000%. O fato é como treinar.

Depois de muita história, resolvi "assumir". É um exercício mental bem grande, um ótimo teste de compreensão e paciência. 

Não posso deixar de agradecer o apoio do Paulo e da Juliana. Nossas conversas ajudaram e com certeza ainda vão ajudar kkk. 

E assim vamos exercitando a cabeça pra ver onde isso vai chegar! Abaixo um exercício que vi a Juliana fazendo com a Sheltie dela e eu resolvi copiar kkk. E assim, trocando figurinhas com ela, aprendi a conhecer um pouco mais do meu Tininico!


Tags:

Nimoy | treino

A saga da atenção!

escrito por Virazel nesta data  19. November 2016 22:42

Essa vale a pena deixar registrado aqui no blog! Lew é uma fillhota muito intensa, um furacão! Não tem como ela passar por você sem causar um terremoto! 

Nessa sequência de fotos, a pobre não era o foco das atenções. Mesmo assim, não desiste!

E eu que achava que a intensa era a Glee kkk!


Tags:

Fabiano Estigarribia | Glee

Backyardigans Zumbi: arte dos cães

escrito por Virazel nesta data  19. November 2016 21:36

Desde que a Coca começou a destruir um dos bonequinhos dos Backyardigans, resolvemos fazer a coleção zumbi. Hoje, faxinando nas caixas esquecidas dos brinquedos dos cães, me dei conta que conseguimos completar essa coleção. 

Coca, Nimoy foram os que receberam os personagens inteiros pois eram os bebês. Bola, Glee, Godura e Elvis contribuíram para a destruição. Schummy nunca foi de detonar brinquedo.

Não me lembro quem teve qual dos bonecos, só sei que Coca começou com Tasha e Nimoy com Pablo. 

E assim se tornaram os Backyardigans Zumbi!


Tags:

Brinquedos

13 anos - 6 meses - #elvisforelvis para sempre

escrito por Virazel nesta data  30. October 2016 22:22

Nem vou falar que esse blog está parecendo mais um calendário de datas! Muita coisa pra dizer, muita falta de organização pra me dedicar a escrever. Tem hora que isso me irrita. Nas datas, acabo me obrigando a sentar e escrever. Deveria ser assim para as outras coisas mais suaves também. Alguma hora vai. Tanta coisa pra escrever que nem vou ficar listando, senão os assuntos acabam sendo topicalizados e esquecidos.

Esse mês de Outubro faz exatamente 13 anos que eu entrei nessa loucura de treino de Agility, mais precisamente dia 8 de outubro. Elvis fez sua primeira aula no Canil Leão, do Eugênio. A gente treinava de noite, por isso as fotos não ficaram tão boas. E nem tinha essa de fotografar com o celular kkk, era máquina mesmo com filme pra revelar!

No início era só passar entre as asas do salto e no máximo um túnel reto.

Ele treinou direitinho também porque ele já tinha uma base que o Tamaio tinha dado. Além do mais, ele estava na antiga casa dele e onde os cheiros e pessoas eram conhecidas. Eu não entendia nada de treinos, conduções a não ser pelo que já tinha visto nas competições que eu tinha assistido. Não tinha essa "facilidade" de informações que a internet oferece hoje.

Olhando a foto, fico feliz porque começamos brincando, premiando. Tivemos uma trajetória longa dentro do Agility, momentos que tenho orgulho e outros que acho horrorosos. Se pudesse, lógico faria muita coisa diferente, porém na época era o que eu podia fazer. Com certeza, os momentos ruins me fizeram melhor hoje.

Na parede do Leão,na foto acima, tem uma pintura do pai do Elvis, Billy 1 fazendo slalon.

Conversando com o Fabiano esses dias, disse a ele que eu achava estranho fazer 6 meses que o Elvis tinha morrido. Estranho, quase inacreditável: a figura e a presença dele é tão constante que parece que ele vai entrar pela porta, ou que ele está quieto dormindo. Por onde se olha, ele está.

A única sensação que me passa na cabeça agora é que fico muito agradecida de ter tido a oportunidade de tê-lo como meu anjo! 


Tags:

Elvis

Vívian Razel

Começou dentro do agility por volta de 1999 em São Paulo, primeiro apenas acompanhando as provas de agility, frequentando treinos e aulas de adestramento. Alguns anos mais tarde surgiu a possibilidade de comprar seu primeiro Border Collie, em 2003. Elvis, cão que... leia mais

 


Últimos Comentários

Comment RSS


Agility Esporte - divertimento acima de tudo. Se você faz agility e não se diverte é porque está fazendo errado. Acima de qualquer coisa respeite seu cão, lembre-se que ele nunca erra, não tem culpa e não pediu para praticar o esporte. Assim o bem estar de ambas as partes é primordial sempre. "Praticar é preciso, divertir-se é necessário!"